22
maio
10

Legião Urbana – As Quatro Estações (1989)

Estamos entrando na década de 90, e Paralamas, Barão Vermelho, Cazuza e Legião Urbana fazem sucesso aqui no Brazil. Tudo anda muito bem por terras brasileiras, e o Collor nem foi eleito ! E agora, o momento mais especial de uma banda vai surgir: Legio Urbanae Onto Vincit. Todas as pessoas que viveram/nasceram antes de 2010, sabem muito bem o que é do que estou falando. Geração, Coca-Cola.

O Arco-Íris, tem sete cores, e fui Juíz Supremo.
Legião Urbana – As Quatro Estações (1989)
Bota Pra Fuder !!!

1-Há Tempos:
-Aqui temos uma música comum, se não fosse superlotada da poesia concreta e óbiva do Renato Russo. Se ela tivesse uma pegada mais punk e violenta, com certeza seria uma música da clássica banda punk de Brasília, a “Aborto Elétrico”, da qual se dividiu a Legião e o Capital inicial. Ótima música. De 0 a 10 ? 6,75

2-Pais E Filhos:
-Uma música calma, tensa, e comum, falando da famosa e briguenta relação de pai e filho. Um pouco exagerada, mais realista, devo admitir. Um melodrama que ficou eternizado na versão do Acústico MTV, que foi apresentado na versão acústica daí em diante. O que faz toda pessoa que toca violão querer se matar, pois essa música já é um porre, cheia de melodramas e analogias com cifras chavão, e que faz perder a graça total do que se tinha com a guitarra de Dado Villa Lobos. De 0 a 10 ? 5,5

3-Feedbak Song For A Dying Friend:
-Algumas línguas dizem que foi escrita em homenagem ao Cazuza, e que ela revelava que ele iria morrer. Escrita em inglês, e com poucos feedbacks, essa música tem sua beleza, alguém me conte aonde. De 0 a 10 ? 6,25

4-Quando o Sol Bateu na Janela Do teu Quarto:
-Essa sim é uma música “linda e perfeita” da Legião Urbana, todo mundo a ama e gosta dela. O Barão Vermelho tentou regravar, só que numa versão mais de peso e elétrica, e só ferrou com ela. A música, tendo uma temática positiva, deixa o clima mais animador para ver a vida e outro ângulo. De 0 a 10 ? 7,0

5-Eu Era Um Lobisomem Juvenil:
-Uma pequena intro de bandolin dá a força para essa música se erguer. Ela não tem tempo definido, e nem refrão, mais a melodia feita com a guitarra e o órgão, dá uma força monumental a voz de blues de Renato Russo, falando das transformações, e coisas assim, a juventude foi bem retratada nesse quadro. E sim, o solo de “sinos” é totalmente do caralho. De 0 a 10 ? 9,75

6-1965 (Duas Tribos):
-Uma música simples, humilde, falando da época do descobrimento do Brasil e coisas assim. Com base simples, sem refrão e direta, com uma melodia chavão e bem tensa. De 0 a 10 ? 7,25

7-Monte Castelo:
-O Capítulo 13 de Coríntios, com o Soneto de Camões fazem a letra da música, junto com uma melodia de C (Dó) sempre caindo para notas mais agudas. Uma música linda, mais enjoativa se você a ouve demais. E ela não tem nada a ver com o Monte Castelo que a FAB tomou na Itália dos nazis. De 0 a 10 ? 6,75

8-Maurício:
-Uma música “obscura”, que fala de um cara com dúvidas, querendo se acertar, e uma melodia baseada e guiada nos teclados Yamaha da vida, e um mini-solo de violão no fim, nada mais a declarar senhor juíz. De 0 a 10 ? 5,75

9-Meninos e Meninas:
-Uma música maneira, com a mesma idéia músical de “Quando o Sol…”, só que mais rápida e forte. Rogando os “Santos-Cidades”, e falando da falta de caridade humana, e de uma pessoa indecisa na sexualidade (Ui!), com refrão e sem solo, essa música ganha a simpatia dos ouvintes por onde passa. De 0 a 10 ? 8,75

10-Sete Cidades:
-Uma das letras mais poéticas sobre o amor. Sem dúvidas, com uma gaitinha maneira dando a intro, Renato, com voz serena, fala de um amor presente, e longe ao mesmo tempo. E o exalta, enquanto a melodia o acolhe em voz e lhe dá proteção o suficiente. E acabando com outro “solo” de gaita potente e forte, eles encerram a música. Ponto pra eles. De 0 a 10 ? 9,25

11-Se Fiquei Esperando Meu Amor Passar:
-Uma continuação da música acima, por assim dizer. A letra fala de esperar um amor, e ver a nação evoluir unida, e ver tudo dar certo, é algo 100% otimista, bem díficil de descrever, só ouvindo cara. Uma melodia intensa e calma, e a mesma voz serena de Renato, invade a música. E terminando-a com uma oração, ele fecha perfeitamente um disco. De 0 a 10 ? 9,25


3 Responses to “Legião Urbana – As Quatro Estações (1989)”


  1. 1 frederico :)
    maio 22, 2010 às 8:57 PM

    é, boa crítica… pena que massacrou as músicas que eu mais curto no disco
    D:
    wehuwehuwehuwehuhwe

  2. 2 anerson nobre
    fevereiro 1, 2013 às 4:06 AM

    procure outra coisa pra fazer, vc eh ridiculo para comentar sobre legiao urbana… foda-se

    • fevereiro 1, 2013 às 8:56 AM

      Amigo leitor, me perdoe se meu ponto de vista lhe ofende, mas, esta é minha sincera opinião sobre o disco. Tenha um ótimo dia🙂


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Alfarrábios

maio 2010
S T Q Q S S D
    jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Assine nossas News !

Junte-se a 2 outros seguidores

Archivos !

Os 5 Mais.


%d blogueiros gostam disto: