13
maio
10

Jorge Ben – A Tábua De Esmeralda. (1974)

É, hoje nos encontramos em 1974, com muito misticismo, rock em evolução e fim dos anos de chumbo no Brasil. Nos encontramos em um tempo, aonde SÓ haviam músicas boas, tendo ou não protestos, mais, músicas de verdade. Jorge Ben aqui se destaca por usar um tema muito criativo: Um álbum semi-concetual, sobre Alquimia Medieval, e a Tábua De Esmeralda, que é considerada um livro “religioso” por usar passgens bíblicas e também pedaços de outras lendas antigas sobre religião. Tirando os clássicos, que hoje considerados os picos máximos de Samba Rock.

Figuras medievais são demais. Detalhe para as citações bíblicas.

Jorge Ben – A Tábua De Esmeralda (1974)

Um ótimo disco pros amantes do swing brasileiro…

1-Os Alquimistas Estão Chegando Os Alquimistas:
-“Tem que cantar, cantando, e tem que dançar, dançando.”…E assim botamos a Maria-Fumaça pra funcionar amigos. Começa um swing bem dançante, mais, bem amplo, falando de um tema, pouco comum para um sacudin-ben-samba: A Alquimia. Aqui Jorge Ben vomita em nossas cabeças tudo o que sabe sobre os “cientistas” medievais e suas virtudes. Arranjo de metais fantásticos. De 0 a 10 ? 6,25

2-O Homem Da Gravata Florida:
-Bem, puxando o carro, mais, dando mais batidas e “sons espaciais”, como diriam uns amigos meus, aqui temos uma singela homenagem para Paracelso, um dos grandes Alquimistas da era medieval. Mostra um solado de violão em melodia com a voz de Ben, se tornando uma música maravilhosa, porém meio enjoativa, só por causa da letra desconexa. De 0 a 10 ? 5,5

3-Errare Humanun Est:
-Para mim, a melhor faixa desse disco, que fala sobre a evolução humana e a revelação divina (ou algo assim) sobre os olhos da escritura da Tábua. Ou algo por aí, usando temas em latim, católicos, e pagãos. Também fazendo uma citação ao grandioso livro: “Eram os Deuses Astronautas ?” que alega que Deus seja…um E. T. De 0 a 10 ? 8,75

4-Menina Mulher Da Pele Preta:
-Uma música cheia de gás, animo, e floreio bons pra cacete no baixo. Em todo salão de gafieira, se tocar essa música, merece meu respeito, e, nos anos 90, uma banda de forró qualquer regravou essa música, e fez caca. Mais quem se einteressa e gosta de boa música, logo corre atrás da raíz. Jorge é sempre Ben Bon. De 0 a 10 ? 9,0

5-Eu Vou Torcer:
-Baseada nas idéias e leis de São Thomas De Aquino, nos remetendo de novo a era medieval e afins, falando das coisas boas da vida, Jorge Ben nos passa uma mensagem de otimismo, nos mostrando que desde a época de chumbo da ditadura, tinha alguma coisa boa a se curtir. E por tudo o que acontece, desde o coração até a Compreensão, vemos que tudo é bom, tudo é lindo, tudo é de Deus. De 0 a 10 ? 7,5

6-Magnólia:
-A música mais cuti-cuti do disco, falando de uma menina-flor que há de vir para outro planeta para cá. Muito tosca a letra, mais a melodia vale a pena. De 0 a 10 ? 6,5

7-Minha Teimosia, Uma Arma Pra Te Conquistar:
-Aqui, temos um Lado-B, Ben sucedido (perdão pelo trocadilho), do nosso amigo Ben. Usando melodias de quatro acordes, elementos do samba-de-raíz, e uma voz impecável, ele vai realmente conquistar seu ouvido com esse som bom pra cacete. De 0 a 10 ? 7,0

8-Zumbi:
-“Remember Your Roots”, diz a Tatoo de André Mod, o que Jorge Ben fez com toda a certeza. Se lembrando do herói negro, e das 8, ou 10 raças que vieram para o Brasil, começa os acordes de uma canção de “consciência negra”, falando dos valores e tals…Um som bem maneiro, com um som colonial, arranjo de cordas, e os cacetes a quatro. De 0 a 10 ? 8,0

9-Brother:
-Composição em Inglês, com um toque som, só baixo, violão, meia-lua, pandeiro e orgão. Um Soul acúsitco, se me permitem dizer isso. Um Jesus Cristo americano, uma jura eterna com feelin’ inacreditáveis e um solo de gitarra bem gritante, que até pode te remeter a segunda música desse disco, que, convenhamos, também tem sua beleza. Ponto pra Ben.

10-O Namorado Da Viúva:
-Um samba-rock engraçadinho, com ginga e um violão bem engajado no som, e essa foi uma das (senão a)  que fez mais sucesso desse disco, tendo até um clip lançado pelo fantástico. Se não fosse um sucesso pré-fabricado, seria muito melhor. De 0 a 10 ? 6,25

11-Hermes Trismegistro E Sua Celeste Tábua De Esmeralda:
-Aqui, voltamos com toda a força no assunto principal do disco: Alquimia Celeste e afins. Conta como foi escrita a Tábua de Esmeralda, Fulcanelli, trechos de alquimia, e versículos celestes, falando de Deus, e a humildade, e blábláblá, aqui sim, ganhamos o puro conceito do que chamamos de “semi-conceitual”. Uma inovação aqui no Brasil. De 0 a 10 ? 7,75

12-Cinco Minutos:
-Não levantem as pedras ! Mais, essa faixa é puro Soul. Ouçam o baixo, e a bateria humilde, porém arrasadora, o violão tocando com melodias incertas, como se não houvesse amanhã ou uma ordem certa de batida de cordas. A voz rouca e desesperada, nos mostra um tom de medo, como se acontecesse com um de nós. Jorge Ben atinge aqui o seu nível de músico (ao menos pra mim.). Para quem anda com pressa de encontrar alguém, ou gosta de um bom Soul com arranjos de violino, ou algo assim, ouça essa música. Vale muito. De 0 a 10 ? 9,5


0 Responses to “Jorge Ben – A Tábua De Esmeralda. (1974)”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Alfarrábios

maio 2010
S T Q Q S S D
    jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Assine nossas News !

Junte-se a 2 outros seguidores

Archivos !

Os 5 Mais.


%d blogueiros gostam disto: